terça-feira, 7 de agosto de 2018

BOA NOITE CARO LEITOR!

REFLEXÃO POÉTICA
UM DIA PARTIREI PARA JERUSALÉM

Um dia partirei para Jerusalém! 
Porque lá serei filha de Rei.
Lá terei o prazer de ser galardoada,
Herdeira de uma linda mansão, 
Onde brevemente morarei.

Um dia partirei para Jerusalém! Sei que farei essa viagem.

Lá o viver é uma evidência,
É de maneira consciente,
Lá encontrarei Mefibosete de Lo-Debar,
Que nasceu para ser rei,
Filho de um grande amigo do rei,
Que mandou chamar por Ziba,o seu serviçal,
O único parente do seu grande amigo Jonatas,
Para comer da sua mesa.
Caminharei por suas ruas,
Unir-me-ei aos  que foram antes de mim
E participarei do banquete do Rei.
Andarei pelo rio de águas cristalinas,
Beberei da fonte d’água  viva,
E embora estando exausta, 
Deitar-me-ei à borda do rio,
Mandarei chamar os Zibas da vida
Para historiar-me o que aconteceu ao rei
Quando ele era menino e perdeu sua realeza. 
Mas não encontrarei 
Porque  estarão entre a multidão.
Um dia partirei para Jerusalém!

Porque lá as ruas são todas ornamentadas
E habitarei entre essa nação
Na qual serei bem assegurada.
Porque não haverá nenhum Ziba
Para impedir a vontade do Rei,
Porém terá um que o defenderá
E não deixará o filho do seu melhor amigo
Voltar para sofrer em Lo-Debar

Então, assim que em Jerusalém chegar,
Saberei que tristeza nunca mais se sentirei
E quando esse dia suceder,
Voarei ao encontro desse glorioso momento,
De amigos que se congratularão
E que de Lo-debar nem se lembrarão 
Mas que também  para lá não mais voltarão.
(J.F.D.O)


Um comentário:

  1. Aqui, um trecho do meu texto está postado, como anônimo, por favor, poste meu nome como a autora: https://web.facebook.com/joceilmaferreiradantas.jceilma/posts/571396569574386?__xts__[0]=68.ARBfR2Xm5Jpz7zJfIOQzJHdagKYUbkvBr0JMbEZ5y2_ObxtAT2gty4iWObfhxy-0yx3-7tei_xodPYpMiXlm1sDK6r0XmIiHQtoinkadi2g_ezhTngdfbChmhqQF5p-0dVOewsBaHqljUb4w0uD-gKR4z4GaG9RYILip7oZuYjHJrofpd-a4&__tn__=-R Meu texto original está publicado em livro e pode ser visto no link abaixo: http://www.educacaopublica.rj.gov.br/cultura/prosaepoesia/0186.html

    ResponderExcluir