quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

NOTÍCIA DO RN

PROFESSORES DO RN DECIDEM MANTER GREVE


Em assembleia realizada na tarde desta quarta-feira (26), professores da rede 
estadual e municipal junto ao Sindicato dos Trabalhadores de Educação Pública
do Rio Grande do Norte (Sinte/RN) decidem que greve que já dura quase 30 dias
será mantida. Segundo a presidente do Sinte/RN, Fátima Cardoso, a continuidade
da paralisação deve-se ao descontentamento dos grevistas em relação ao corte
do ponto dos professores e a falta de envio dos dois últimos projetos de 
lei à Assembleia Legislativa.

“A greve continua pois a categoria está profundamente chateada com o corte. 
Nós temos o direito constitucional de revogar por nossos direitos”, afirma 
Fátima, reforçando que se até amanhã (27) a situação em relação ao corte continuar,
o Sindicato entrará com um mandado de segurança contra o Governo Estadual.

Indignada. É assim que se define a Secretária de Educação do Estado, 
Betânia Ramalho. “Não existe uma greve, o que existe são focos de 
paralisação motivados por questões puramente políticas. O pequeno número
de adesão à greve, 787 de um total de 28.000 servidores reflete isso.” afirmou.

“A minha insatisfação é maior por saber que não há qualquer sensibilidade 
destas pessoas para com os alunos que estão sendo prejudicados, o verdadeiro 
papel do professor é de lecionar”,  concluiu Betânia.

A SEEC também afirma que os dois últimos projetos de lei pendentes na 
Assembleia Legislativa questionados pelo Sinte-RN já saíram da secretaria e 
estão aguardando aprovação da Consultoria Geral do Estado. Assim como
a convocação de servidores temporários aprovados em seleção simplificada 
será realizado amanhã (27).

O ponto dos educadores que aderiram à greve foi cortado desde o primeiro dia
de paralisação, segundo informou a secretária. Betânia Ramalho comentou ainda 
que não vê motivos para negociar com os grevistas, pois o governo vem atendendo 
as reivindicações.

Barriguda News
TN On Line

DO BLOG PATU EM FOCO

Nenhum comentário:

Postar um comentário